Notícias

Confira todas as regras do vôlei

By 15 de outubro de 2018 No Comments

O vôlei foi inventado nos Estados Unidos, no dia 9 de fevereiro de 1895, pelo norte-americano William George Morgan, que na época era diretor de educação física da Associação Cristã de Moços (ACM). Morgan queria criar um esporte sem contato físico, diferente dos que existiam na época. O intuito era poder praticar um esporte em que as lesões fossem raras, onde o objetivo do jogo seria passar a bola por cima da rede para atingir a quadra do adversário.

Atualmente a situação é um pouco diferente. O nível exigido é muito alto e as lesões não são tão raras como Morgan pretendia. Apesar de ter sido criado no século XIX, o vôlei chegou ao Brasil apenas em 1915 e foi ter suas regras definidas por uma organização somente em 1947, quando a FIVB (Federação Internacional de Voleibol) foi fundada na França. Veja as principais regras do vôlei!

Como é disputado?

O vôlei é disputado em cinco sets, com cada parcial terminando quando uma equipe atinge 25 pontos. Em caso de empate (por exemplo, 24 x 24), o set não pode terminar em 25 x 24, a partida segue até que abra uma diferença de dois pontos.

A equipe que vencer três sets vence a partida. Em caso de empate em 2 sets a 2, será disputado o tie-break, que é uma parcial menor para desempatar a partida. Vence quem atingir 15 pontos, com a mesma teoria dos dois pontos de vantagem em caso de empate.

Quantos jogadores por equipe?

Cada equipe possui seis jogadores titulares, três jogam perto da rede e três jogam no fundo de quadra, a ordem dos jogadores se alterna a cada mudança de posse de bola. O técnico de cada equipe ainda possui seis atletas reservas.

O que é falta no vôlei?

Existem vários tipos de falta no vôlei e todas resultam em um ponto para o adversário. As faltas são:

Dois toques: um jogador não pode tocar a bola duas vezes consecutivas.

Quatro toques: uma equipe não pode dar quatro toques na bola em apenas um ataque. São apenas três passes e você precisa virar a bola para o lado adversário.

Toque na rede: O jogador não pode em momento algum tocá-la.

Bola por fora da antena: A rede possui duas antenas, colocadas uma em cada lado. Se a bola passar por fora delas, é ponto do adversário.

Bola na antena: Caso o jogador acerte a antena, também é considerado falta e ponto para o adversário.

Toque apoiado: o jogador não pode se apoiar em nada para golpear a bola.

Rotação: Sempre que muda a posse de bola, outro jogador vai para o saque e acontece a rotação. Se ela não for feita da maneira correta, é falta.

Quais são as diferenças entre o vôlei de quadra e o vôlei de praia?

1. Mesmo número de sets, mas menos pontos

Para vencer um set, a equipe precisa fazer 21 pontos e ter dois pontos de diferença em relação ao seu adversário.

2.Ambiente diferente e apenas dois jogadores

O vôlei de praia é disputado em duplas e em um ambiente aberto e na areia.

3.Bloqueio conta como toque

No vôlei de praia, o bloqueio é contado como um dos três toques permitidos para cada equipe, já no vôlei de quadra é como se fosse um toque “nulo”.

4.Um jogador pode tocar duas vezes na bola.

No vôlei de quadra, um mesmo jogador não pode tocar a bola duas vezes seguidas, já no vôlei de praia essa possibilidade existe. É possível acontecer quando o atleta vai bloquear o adversário e a bola sobra para um segundo toque.

5.Troca de lado durante o set e não pode fazer substituições

Durante os dois primeiros sets, as equipes trocam de lado de sete em sete pontos somados (as duas equipes juntas). Não existe reservas no vôlei de praia. Em caso de lesão, a vitória é da dupla adversária.

[Foto: Divulgação/FIVB]

Leave a Reply